Arquivos do Autor

Álbum Fotográfico: uma forma única de guardar recordações

album, foto, bebe, recem, nascido, patricia, lavratti

Porque o Álbum é a cereja do bolo?

Graças às avançadas tecnologias, hoje podemos capturar e produzir imagens maravilhosas, de inúmeras maneiras, através de inúmeros dispositivos. Incontáveis fotografias guardadinhas no celular, no computador… mas muitas nunca olhamos, nem lembramos que elas estão lá. Até hoje, amo sentar e pegar as minhas fotos de papel. Tocar as fotos, os álbuns com folhas de plástico e olhar lentamente… As fotos mais antigas são ainda mais especiais, trazem junto o cheiro do tempo e uma cor que nenhum Instagram consegue reproduzir. Sempre me emociono, sempre sinto saudade, sempre termino de olhar as fotos com o coração feliz. Não há o que substitua isso.

album, foto, bebe, recem, nascido, patricia, lavratti

São mais do que apenas fotos, a sensação de tocar um álbum é como se tivéssemos lendo a nossa história. Tem algo mais valioso? A história da nossa infância, o dia especial dos nossos 15 anos, o grande dia do nosso casamento, o dia do nascimento do nosso filho, aquelas fotos do nosso amor, datas especiais, pessoas especiais, experiências únicas e maravilhosas da nossa vida! O que mais importa? Nossa vida é feita de momentos, e aqueles momentos bons merecem serem registrados e porque não revividos? 🙂 A fotografia nos proporciona este presente!

Aqueles momentos e eventos especiais da nossa vida estarem em um álbum fazem jus a sua importância! Por isso considero o álbum, a cereja do bolo! É ver o resultado de uma cobertura ou ensaio fotográfico tão desejado em forma de livro contando aquela história importante das nossas vidas. E esse dia especial não estará lá perdido entre um milhão de outras fotos.
E hoje, o que é ainda mais legal disso tudo são as opções de álbuns que são muito lindos! Fotolivros acessíveis com uma impressão impecável e durabilidade comprovada de mais de 200 anos, verdadeiras relíquias para mais de uma vida! E não posso deixar de falar que os álbuns Newborn são perfeitas obras de arte!

Que a gente viva bem e conte muitas lindas histórias! 🙂

Patricia Lavratti

Chá de Bebê – Dicas para organizar a festa

chá de bebe patricia lavratti florianopolis

Chá de Bebê, Chá de Fraldas, Baby Shower, Chá Revelação… com variados nomes e estilos, este evento é a festa que antecede a chegada do bebê. É o momento para reunir os amigos e familiares para comemorar o nascimento do neném que está para chegar e presenteá-lo. Mas por onde começar para organizar o Chá? Principalmente para as mamães de primeira viagem, seguem algumas dicas:

cha fraldas bebe dicas

1) Reserve uma data e escolha quem será o host
A maioria das mães escolhem fazer o Chá até dois meses antes do bebê nascer, por volta dos 7 meses de gravidez por ser uma fase tranquila da gestação. A barriga está grande e bem delineada, nesta fase as mulheres ainda não sofrem com inchaços e estão bem dispostas. Além disso, é o período que começa a bater ansiedade, pois está chegando perto do bebê chegar, nada melhor do que uma festa para curtir este momento, celebrar com os amigos e babar nos presentinhos do bebê.
O host é a pessoa que vai ajudar você com todos os preparativos da festa. Geralmente alguém mais próximo é nomeado, podendo ser a vó, a mãe, a irmã, a dinda do bebê, ou até mesmo aquela melhor amiga. O host cuidará de todos os detalhes do Chá, antes e depois da festa, podendo inclusive receber os convidados na sua própria casa.
2) Chá de bebê tradicional?
O Chá de Bebê tradicional envolve somente as mulheres, mas hoje em dia é comum ser uma festa para toda família. Chá de Fraldas, Chá de Roupinha, Chá da Biblioteca do bebê… há muitas versões e estilos de festa. O Chá do momento tem sido o Chá Revelação, onde o sexo do bebê é anunciado na festa! Mas haja coração para segurar a curiosidade! 🙂 Além do estilo de festa, também há quem faz mais de uma. Uma festa para os amigos, outra para a família, outra para os colegas do trabalho, variando os tipos de festa e presentes. É uma questão de escolha e conforme seu círculo de amigos.Tem papais que não gostam desses tipos de eventos, outros querem participar de tudo. A partir daí você decide.
3) Lista de Presentes e Lista de Convidados
Decidido o estilo de festa, hora de fazer a sua lista de convidados. Além disso a lista de presentes. Sim, se você está se perguntando se deve ou não fazer uma lista de presentes, a resposta é sim. Faça a lista com os itens faltantes do enxoval do bebê, facilitará pra você e para os convidados. A sua lista poderá ficar em alguma loja de enxoval de bebê ou ainda o host poderá passar a lista para os seus convidados. Caso você já tenha o enxoval completo, faça um chá de fraldas, dependendo do número de convidados, uma boa dica é inserir tamanhos variados de fraldas.
4) Escolha um tema
É o ponto de partida para se iniciar os preparativos. A decoração, convites, salgadinhos e docinhos, lembranças serão feitas tudo conforme o tema do Chá. Se você não sabe, use a internet para te ajudar com lindas idéias. Na decoração são usados bules fazendo referência ao nome do evento, e também é bem conhecido o famoso “bolo de fraldas”.
5) Espalhe os convites
Hoje em dia os convites são virtuais, mas ainda há quem prefira os convites de papel. Informe no convite sobre a lista de presentes e peça a confirmação de presença. Seguindo a lista dos convidados, mande o convite com uma certa antecedência para você se organizar com a quantidade de comida e bebida para a festa.
6) O que servir?
Seguindo a ideia de “Chá”, geralmente é servido “comidinhas” como salgadinhos, docinhos, biscoitinhos,  etc. Você pode escolher entre fazer tudo em casa ou contratar alguém especializado. Se quiser inovar, faça um cardápio em cima do horário que acontecerá a festa.
7) Atividades da festa
A tradicional brincadeira de adivinhar presentes e a mãe pagar “prenda” não tem sido regra e nem a preferida. As variadas versões do Chá, explicam a diversidade. Algumas mães, inclusive, deixam para abrir os presentes mais tarde, não fazendo o presente ser o momento mais importante. Como exemplo, o conceito do Chá Revelação já torna a festa divertida, onde o grande momento é a revelação do sexo do bebê. O exame é entregue para o host que organizará a festa. É uma festa para todos, a decoração pode ser azul e rosa, toda branca ou cores unissex. Os convidados se dividem em grupos de meninos e meninas, ou de azul e rosa, há brincadeiras e competição. A revelação mais comum é através do bolo que terá o recheio de acordo com o sexo: azul para menino e rosa para menina. Na hora de cortar o bolo ficarão sabendo! Outra forma é os pais abrirem uma caixa grande de presente, balões da cor do sexo do bebê flutuarão! Idéias de atividades vale outro post! Com a participação dos homens, todos se divertem muito com a competição deles trocando fralda de um boneco, os convidados dando papinha infantil ao pai do bebê, desafiando-o a acertar o sabor… É uma feliz confraternização.
8) Lembrancinhas
É sempre legal presentear os convidados no final da festa como um agradecimento e existem muitas lembranças que são fáceis de fazer. Você pode presenteá-los com cupcakes decoradas, cookies, chás personalizados, flores, balas, inúmeros artesanatos conforme o tema do Chá.
9) Registre o momento
Depois de tantos preparativos, uma festa feita com tantos detalhes, reunindo todas as pessoas queridas, compartilhando um momento tão especial, não pode deixar de ser registrado. Registre com ou sem fotógrafo profissional. Vai ser ótimo poder rever tudo isso depois!  🙂

Espero ter dado uma luz a você!

Para as mamães de Florianópolis temos pacotes que incluem as fotos do Chá de bebê.
Consulte-nos: contato@patricialavratti.com ou 48 9111 5888

 Clique aqui e visite nossa galeria!

Ensaio Newborn? Você não sai de casa, nós vamos até você!

newborn fotografia patricia lavratti florianópolis recem nascido

Você quer registrar a chegada do seu bebê, mas não quer sair de casa com ele tão pequeninho? Nós vamos até você e realizamos o Ensaio Newborn na comodidade e segurança do seu lar!

O ensaio de recém-nascido é uma sessão de um encantamento único, mas não esquecemos que é também um momento muito delicado. Afinal de contas estamos falando de um ser que acabou de nascer, e uma mãe que acabou de dar a luz. E pensando nisso, é um carinho e cuidado que podemos e queremos oferecer: um atendimento exclusivo e privativo.

Atendemos nossos clientes no conforto das suas residências propornewborn fotografia patricia lavratti florianópolis recem nascidocionando uma linda experiência neste momento tão especial que é a chegada do seu bebê, e tudo é feito com muita tranquilidade e profissionalismo. Providenciamos toda produção e equipamentos necessários, os quais são adaptados no espaço disponível, e você não se preocupa com nada. Nosso objetivo é proporcionar a melhor das experiências, onde a prioridade é o bem estar do bebê, com as vantagens da mãe poder contar com a comodidade de ter tudo que precisa por perto, não tendo o trabalho de deslocamento e estacionamento, sem contar com os riscos de trânsito e stress, tendo maior privacidade e um atendimento totalmente vip nas acomodações da sua casa. Um cuidado que o seu momento e a sua família merecem!

Será um grande prazer atendê-lo! Contate-nos e garanta o seu ensaio.

Abraços!
Patricia Lavratti

Como ajudar o seu bebê a dormir durante a noite

como fazer o bebe dormir sono saudavel recem nascido patricia lavratti fotografia florianópolis newborn dicas

Dicas para Mães por Patricia Lavratti

Realizando os nossos ensaios de recém-nascidos e bebês em Florianópolis e região, temos presenciado um dilema bem comum que muitos pais vêm enfrentado: a tarefa difícil de conseguirem fazer o seu bebê dormir durante a noite. Decidi traduzir um guia sobre o assunto, pesquisei um pouco mais com especialistas da área e resolvi publicar com o intuito de ajudar, dar uma luz aos pais, que com todo amor do mundo fazem de tudo e não sabem onde não estão acertando. E sem dúvida, para aqueles que estão ainda à espera do seu bebê, este artigo ajudará muito. 

O que acontece é que muitos pais cometem erros e os mesmos erros. A boa notícia é que você não é o único e que há solução para o problema. O principal erro é termos em mente que é preciso FAZER o bebê dormir, quando na verdade o que é preciso ser feito é ENSINÁ-LO a dormir, ensinar que ele é capaz de adormecer sozinho.

Você deve se perguntar: “ Mas como assim, ele é tão pequeno! Como se faz isso?”

Mudanças simples na rotina fazem uma diferença enorme para corrigir os vícios de sono mais comuns. Quando você conseguir, perceberá que seu filho será muito mais tranquilo e a vida de todos vocês mudará para melhor.

7 DICAS DE OURO

Nas primeiras semanas é mais do que normal o sono ser picadinho, os bebês recém-nascidos (e seus estômagos) são muito pequeninos, por isso precisam mamar mais seguido. Mas após serem atendidos e alimentados no meio da noite, os recém-nascidos dormem facilmente. De início é bem comum não parecer ser um problema, mas deve-se desde o início seguir as dicas, pois conforme a rotina começa a se estabelecer, os ciclos de sono se regulam, o bebê começa a estar mais consciente do mundo que o rodeia. O aprendizado é desde o início.

O grande segredo é: Se o seu bebê precisa de você, de amamentação ou de colo para dormir, sem dúvida você se virá no meio da noite tendo que fazer o mesmo novamente. É importante saber que os bebês naturalmente acordam algumas vezes no meio da noite, resmungos são normais (na maioria das vezes não significa que estão chamando por você). Aqueles bebês que dormem sozinhos irão voltar a dormir sozinhos. Mas, se seu bebê não sabe dormir sem a sua ajuda, a cada vez que acordar, irá precisar de você.

Estudos têm mostrado que bebês que não dormem o suficiente têm maior dificuldade para relaxar, aprender e crescer. Depois do nascimento, o cérebro continua a se desenvolver e o hábito de sono saudável é essencial para o desenvolvimento adequado. Nós sabemos como é ruim a privação de sono. Nossos níveis de concentração e tolerância ficam debilitados. Ficamos irritados facilmente, mais ansiosos e agitados. Não é diferente para os bebês. Então, como nós encorajamos nossos bebês com hábitos saudáveis de sono desde cedo? A chave é ensinar o seu bebê se tranquilizar para dormir sozinho.

Vamos às dicas!

01) Ensine seu bebê a diferença entre dia e noite

Mesmo seu bebê tendo somente alguns dias de vida já é possível começar a ensiná-lo a diferença entre dia e noite. De dia mantenha a casa com luz, iluminada. Leve seu bebê para curtas caminhadas, exponha ele à luz natural e ao fresco ar do dia. Mesmo que ele esteja dormindo (comum, pois recém-nascidos dormem em média 21 horas por dia nas primeiras semanas), ele sentirá o estímulo da luz e do ar através da pele dele. Deixe o quarto iluminado durante os cochilos diurnos. É comprovado que a luz do dia ajuda na noite de sono de bebês e adultos. Quando o bebê estiver acordado (por pouco tempo nas primeiras semanas) interaja com ele, converse, faça carinho na sua pele, aproxime seu rosto do dele para que ele possa ver você. Nesta idade, o maior estímulo é estar perto. A noite deve ser escura e quieta. Use uma luz baixa, mais amena de um abajur para alimentar seu bebê e não mantenha-o com você por muito tempo. Um colinho para amamentá-lo e logo devolvê-lo para a cama irá criar o hábito de sono saudável desde cedo para o saúde de ambos. Troque a fralda somente se realmente for necessário, fazendo-o na luz baixa e com sua voz suave e em baixo tom.

2) Estabeleça a hora de ir pra cama

Adotar um breve “ritual” diário da hora de ir para a cama ajudará muito para o bebê saber que é hora de ir dormir e se entregar mais facilmente. Isso é mais claro a partir dos 3 meses para o bebê, ele irá entender que chegou a hora do sossego. Um exemplo de ritual “pré-cama” pode ser: mamar, um rápido e silencioso banho, vestir o pijama, saco de dormir , um colinho e berço. Para um cochilo diurno, o ritual  pode ser a troca da fralda, lavar rosto brevemente, saco de dormir e berço. Você poder usar também canções de ninar ou músicas suaves de sons da natureza enquanto você o prepara para ir pra cama. Estabeleça o que achar melhor e torne este ritual uma ROTINA. Será o momento que você vai prepará-lo para ele saber que está indo nanar e poderá adormecer tranquilo. Siga esta rotina, fazendo sempre os mesmos passos, na mesma sequência, e seu bebê irá aprender rapidamente que é hora de dormir.  E aqui é  importante seguir a dica 3!!

3) Coloque seu bebê acordado na cama

Sempre coloque seu bebê na cama ainda acordado. Use o ritual de preparo para acalmá-lo, deixá-lo relaxado e pronto para o sono. Se ele cair no sono mamando, desperte-o gentilmente antes de deitá-lo para deixar ele saber que está indo do seu colo para a cama. Os bebês despertam durante a noite e eles conferem se estão no mesmo lugar. Quando acordar saberá onde está e se sentirá seguro. Isso também vale para a cama dos pais. Se seu bebê aprender a dormir sozinho desde o início da noite, provavelmente estará apto a fazê-lo quando acordar no meio da noite. No início, você poderá acompanhá-lo enquanto ele aprende esta importante habilidade. Mais tarde, você deve deixá-lo para pegar no sono sozinho.

Observação: Os bebês resmungam mesmo e nem sempre significa que estejam chamando por suas mães. Se você corre para o quarto ao menor resmungo você precisa mudar este hábito. Muitas mães se tornam escravas da babá eletrônica, correndo a qualquer som do bebê. Indo ao quarto frequentemente pode até fazê-lo acordá-lo sem necessidade. No caso de choro ou se chamar (quando maiorzinhos) vá até lá, mas não pegue o bebê no colo. Converse, afague e acalme-o. Se você pegá-lo, provavelmente ficará mais desperto, e além disso aprenderá a fazer isso sempre que quiser companhia no meio da madrugada, o que é um péssimo hábito.

A partir dos 3 meses você pode começar a oferecer o último mamar antes do banho, assim ele aprenderá a ir dormir sem a necessidade de mamar antes. (Talvez no início você precise ainda dar um pouco mais de mama depois do banho, mas esse é o caminho).

4) Introduza os “Companheiros de Sono”

Os “companheiros de sono” são aqueles objetos amiguinhos que trazem conforto e segurança, como os bichinhos de pano ou pelúcia, cobertorzinhos, lencinhos, bonequinhos, etc. São uma efetiva ajuda para o sono que não exige a sua presença, reafirmando seu bebê que pode dormir seguro durante toda noite.

Importante é ter o cuidado dos companheiros estarem ao alcance da criança de uma forma segura. No início devem ser pendurados, alguns podem ser anexados no berço e mais tarde, conforme ele crescer você entrega quando achar que é seguro. Isso varia conforme a idade do bebê. Antes de entregar o ajudante para seu bebê,  mantenha-o junto de você por uma noite para ficar com o seu cheiro. Só de o bebê enxergar o “amiguinho” ao redor do seu berço fará ele sentir a segurança que precisa para cair no sono.

Entre o 6º e 12º mês, o seu bebê começara a se vincular fortemente com seu amiguinho, e frequentemente irá precisar dele pra dormir. Este será um momento chave para o seu bebê entender que você pode deixá-lo, sem gerar ansiedades. Esses objetos tem mostrado que funcionam muito, facilitando a vida das mães nesta fase.

5) Crie o ambiente adequado

Definir um lugar para o seu bebê dormir que seja tranquilo e que ele não venha a ser perturbado, com temperatura adequada. Além disso separar o ambiente de brinquedo daquele de dormir. No berço deve ficar apenas o brinquedinho ou cobertorzinho que a criança usa para adormecer (o companheiro de sono).

Observação: Brotoejas significam que seu bebê está passando calor. Os sacos de dormir para bebês com tipos para cada estação são ótimos, e evitam do bebê se destapar, mantendo-o aquecido e seguro.

6) Crie uma rotina durante o dia

Aqui não é necessário que seja uma rotina rígida, pois seu bebê vai ter dias que vai estar com mais fome que outros, ou vai precisar dormir mais ou menos, etc. Mas é essencial que siga uma rotina básica começando com um horário de acordar definido, pois lhe ajudará com algo muito importante: os intervalos de sonecas. Aqui acontece dois dos erros mais comuns e que acarretam infernos. São eles: esperar que a criança esteja cansada demais para ir dormir ou manter o bebê acordado o dia todo para dormir a noite toda. Quando a criança passa do horário de dormir, o organismo produz cortisol, que vai deixando-a cada vez mais agitada. Portanto, diante de sinais de cansaço (irritação, esfregar os olhos, coçar orelhas) leve-o para cama. Da mesma forma, privá-los do sono só irá piorar a situação. Então, existir uma rotina diária e horários de descanso são sagrados. Conforme o seu bebê vai crescendo ele irá  dormir menos horas por dia, tendo que adequar o número de sonecas e seus intervalos. Se inteire do assunto conforme a idade do seu bebê.

7) Não deixe seu bebê com fome

Se seu bebê com 6 meses ou mais,  genuinamente,  está acordando no meio da noite, você precisa ajustar mais calorias para ele durante o dia. Acordando seu bebê pela manhã sempre na mesma hora irá regular e facilitar seguir a rotina de alimentá-lo e sonecas no decorrer do dia conforme a dica anterior, que servirá para você e para ele. Aqui, você poderá considerar em adotar uma amamentação de ceia entre 22h e 23h30, onde irá simplesmente apanhá-lo do berço, alimentá-lo e colocá-lo de volta na cama sem acordá-lo. O benefício disto e tentar adotar táticas para não envolver amamentação no meio da noite e você saberá que ele está de barriga cheia. Geralmente um ursinho, um afago, uma carícia, um tapinha gentil no bumbum faz ele voltar a dormir quando não está com fome, como comentado na dica 3. como fazer o bebe dormir sono saudavel recem nascido patricia lavratti fotografia florianópolis newborn dicasE não se preocupe, pois se ele estiver com fome, com certeza ele deixará você saber!

Seguindo essas dicas, você terá um resultado transformador. Você e seu bebê terão uma vida mais saudável e tranquila!

Na foto, a mamãe linda e serena com seu bebê prematuro, o qual faço uma carinhosa dedicação por serem exemplos de total harmonia, o que desejo a todas mamães, papais e seus bebês!

Com carinho!
Patricia Lavratti

 

 

 

Para quem quiser saber mais, sugiro esta leitura.
Referências:site brasilbabycenter, site pediatria em foco, guias de Mandy Gurney (inglesa, especialista do assunto).

Papo de Foto por Patricia Lavratti – A Arte da Fotografia Preto e Branco

Fotografia patricia lavratti preto e branco arte florianopolis newborn bebês crianças infantil retrato recem nascidos

Apesar de ser apaixonada por cores, amo a fotografia preto e branco, o qual passam ora uma sensação de passado, ora atemporalidade. Sem dúvida poesia. A fotografia nasceu preto e branco. No ano de 1826 foi reconhecida a primeira fotografia feita por um francês e somente 80 anos depois surgiu o filme colorido, e ainda hoje a fotografia colorida não alcançou a definição da escala de tons que a sensibilidade do filme preto e branco possui. O mais interessante da fotografia preto e branco é que se trata principalmente do que existe entre esta escala, inúmeros tons de cinza, somados com os efeitos de luz e sombras. Uma ótima forma de entender esses efeitos é olhando os quadros do pintor holandês Rembrandt. Tive a oportunidade de vê-los no Museu Rijks em Amsterdam, e nos seus retratos usava as sombras e contrastes de uma maneira deslumbrante e que se utiliza até hoje! Pintava o que hoje é técnica refinada de iluminação na fotografia. Ele deixou a sua arte e o seu olhar (para a  nossa sorte!) muito antes da primeira fotografia registrada, deixando seu ensinamentos, nos fazendo ver além das cores.

Na imagem “sem cor”, como muitos dizem, há muitas mensagens ditas!

É uma “ciência” a ser descoberta, paixão-diversão para muitos fotógrafos!

No meu trabalho, observando imagens em preto e branco pude traduzir o meu encanto: falando de retratos, a fotografia despida de cor sobressalta a personalidade. Simples e mágico assim. São os detalhes particulares de cada bebê que saltam aos olhos, é  a expressão das crianças que anula tudo que está na volta, sensações que crescem, fazendo jus ao registro. Diria que é uma arte onde se faz uma releitura do que se vê, chamando os olhos pra aquilo que se há de mais essencial… seja no registro de um momento, seja no retrato de alguém.

Como seria possível enxergar tanta beleza em um mundo preto e branco?

Um dos motivos que me fazem ser  ainda mais fascinada pelo universo da fotografia. 

Aqui um retrato do que falo. A pequena linda, queridice em pessoa, que exala seus olhos claros e brilhantes!

Fotografia patricia lavratti preto e branco arte florianopolis newborn bebês crianças infantil retrato recem nascidos

Artigos em Destaque

  • 1
  • 2

Artigos em destaque

  • 1

Compartilhe esta página

Facebooktwittergoogle_plusredditpinteresttumblrmail